O Lenço Escoteiro é tão antigo quanto a origerm do Movimento Escoteiro e é recebido no ato da Promessa Escoteira.
_
Ele representa o elo que une as pessoas entorno do objetivo comum do escotismo, siginificando também a filiação a uma unidade local de desenvolvimento do Escotismo.
  O 1o. Lenço do Duque de Caxias surgiu com sua fundação em 16 de junho de 1964 e continha, estampados sobre um fundo verde-claro, o brasão e as cores heráldicas do Patrono Luis Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias.  
     
  Em 30 de setembro de 1978, após iniciativas modernizadoras e transformadoras,o Duque adotou um novo lenço, com cores e elementos novos, mas mantendo o mesmo espírito, os mesmos princípios e os mesmos ideais de seus fundadores.  
     
  O novo lenço assumiu a forma de um triângulo retângulo isósceles com bordas arredondadas e catetos com 70 centímetros. A cor de fundo adotada foi o amarelo ouro, representando a riqueza espiritual.  
     
  Sobre o triângulo, foi inserida uma Flor-de-Lis estilizada na cor azul turquesa, para lembrar e marcar os três artigos da Promessa Escoteira:Dever para com Deus, com a Pátria e com o Próximo. Já a cor azul representa as intermináveis fronteiras a serem exploradas.  
     
  Existem também:  
     
  uma agulha magnética posicionada no centro da Flor-de-Lis, indicando sempre para o alto e na direção certa.  
     
  as duas estrelas laterais que representam o olhar atento e alerta do Escoteiro.  
     
  No centro da Flor-de-Lis, encontramos uma haste, 2 folhas de café e uma semente de café, simbolizando, respectivamente, o sustentáculo e a proteção para o surgimento da flor, que simboliza a fertilidade, a qual, por sua vez, gerará as sementes que perpetuarão os ideais escoteiros ao longo dos anos.  
     
  Ao redor da Flor-de-Lis, existe uma corda terminada com um nó direito, representando a união de forças dos membros do Duque.  
     
  A inscrição "Grupo Escoteiro Duque de Caxias" aparece em branco para ilustrar a harmonia e a paz reinantes em nosso Grupo Escoteiro.  
     
  Jovens, honrem e pratiquem os ideais simbolizados pelo Lenço Escoteiro do Duque de Caxias, vivendo cada dia de suas vidas conforme os Princípios Escoteiros.  
     
  Fonte: textos extraído da Revista Vanguarda, ano XIX, 44a. edição, junho de 1994, com texto original assinado pelo Diretor Presidente do Grupo Ênio H. Cojho.  
     
  Veja também:  
     
  a história do Duque  
  nosso arquivo de fotos históricas  
  entrevista com o fundador do Duque